quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Meu primeiro aniversário
















Meu primeiro aniversário, só não sabia para quem. Era mais uma reunião de adultos só que com decoração infantil. Poucas crianças haviam, se é que posso chamar aquilo de crianças: ficavam correndo de um lado para o outro, estouravam minhas bolas, atacavam a mesa de comida, gritavam, brigavam e depois voltavam com cara de choro para as mães bajularem. E eu onde estava?! Passando de mão em mão, tirando fotos.

Quando fiquei com fome, em vez de comer aquelas maravilhas que estavam na mesa, eles iam e empurravam a mamadeira. E aquilo, não era para mim???????

Assim não dá! Fiquei todo emburrado. Não podia nem dormir por causa daquela música alta e de um cara todo colorido que pulava e fazia careta para mim. Além de ficar passando de mão em mão...

E os presentes? Ah, os presentes... mal podia esperar para espalhar eles no meu quarto e brincar com todos.

Você acha que isso aconteceu? Não. Eles ficavam em cima do guarda roupa servindo de enfeite. E quando eu queria brincar com eles, deixavam por cinco minutos, depois me enrolavam com um boneco surrado que eu tinha desde que nasci. Mal sabia eu que só poderia brincar com eles três anos depois, quando já estavam fora de moda e quando eram substituídos por outros brinquedos novos, que iam servir de enfeite pro guarda roupa!

Favor, no próximo, desejo ser protagonista do meu próprio dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário